Total de visualizações de página

terça-feira, 13 de junho de 2017

Saindo da M. e entrando na B.(2)

Ontem, logo depois de eu ter lanchado e lavado as vasilhas, peladão, pronto pra tomar um banho, começa uma forte chuva acompanhada de trovões. Tive que cancelar o banho...
Como sempre, comecei a gritar, xingando.

Dormi muito pouco.  Só consegui mesmo dormir depois de uma hora da manhã.

Devido a chuva, pensei em cancelar minha vinda na biblioteca da cidade interiorana. Mas, mudei de ideia.

Estou com problema na biblioteca.  Durante muito tempo, haviam duas funcionárias e uma faxineira.  As duas funcionárias , não conversavam uma com a outra, não se suportavam.
Uma delas é bem geniosa, segundo a faxineira, antipatizada por todos.  Já a outra é uma pessoa muito agradável.  Tanto ela como a faxineira, parecem gostar de mim, me tratando com muita consideração.

A outra funcionária foi transferida- a contra gosto- para outro setor.  Fiquei sabendo, através da outra funcionária e da faxineira, que ela, que tem fama de falsa, andou falando mal de mim.

Com sua ausência, ela que é de lua e era uma pessoa a qual eu não ficava à vontade, poderia se imaginar que o ambiente na biblioteca melhoraria... bem, para a outra funcionária e para a faxineira, melhorou muito... mas, pra mim, piorou!

No lugar da geniosa, está uma irmã da outra funcionária.
Desde o dia em que a conheci, não me simpatizei com ela, que é do tipo de pessoa mandona, que não costuma a agradecer, pedir desculpas e nem pedir por favor.
E, ontem, achei que ela passou dos limites. Por pouco não discuti com ela.

Hoje, de manhã, em casa, pensei em relatar tudo para a sua irmã(o horário de trabalho da mandona é de 12 às 15 horas).
Mas, agora, ao me deparar com a funcionária, fiquei sem jeito...

Tenho o costume de vir na biblioteca duas vezes por semana.  Ultimamente, tenho vindo na segunda-feira, à tarde, e na terça, de manhã.  Entretanto, pretendo parar de vir à tarde, claro que para evitar ver a mandona.  Porém, às vezes, ela trabalha na parte da manhã, substituindo sua irmã...

Fico muito sem jeito de falar tal coisa com a funcionária, que , falando sério, me trata com a maior consideração.  Já ando mais que cansado de discutir, brigar, de ficar a chamar a atenção dos outros.  Mas, tenho praticamente certeza que caso continue a conviver com a mandona, brigarei com ela.

Já me desentendi com diversas pessoas na minha vida, que quiseram me fazer de empregado, pessoas folgadas, mandonas, entre elas, meus pais, meu único irmão , sua filha e sua esposa.

Suspeito que certas pessoas, pelo fato de eu ser franzino, muito gentil, tímido e acanhado, acreditam que sou bonzinho, humilde demais, bobo, na verdade, e começam a me tratar indevidamente.
O que a irmã do meu primo falou de mim, comigo, há poucos meses, é revelador:  "você é uma pessoa muito humilde".  Se meus falecidos pais, meu irmão, minha ex-esposa, a ex-paixão LL e tantas outras pessoas, as quais convivi com uma certa frequência,escutassem isto, balançariam a cabeça, com sarcasmo.
Valendo lembrar que no dia em que pedi demissão , na outra fazenda, falei com o casal 0:
Posso ser subalterno, mas não sou submisso!

Mais um problema, a me  contrariar...

E quanto mais o tempo passa, menos gosto da fazenda do primo.

Em 1965, os Rolling Stones gravaram seu maior sucesso: "(I Can't Get)Satisfaction", que fala de uma pessoa que não consegue ficar satisfeita, que tenta e tenta, mas não consegue satisfação.
Tentei muito também, mas não consegui.  Estou cansado de tentar... não quero mais insistir.
Estou de saco cheio de tudo!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário